Conselho Estadual da Mulher de Goiás lança Campanha 21 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher

O Conselho Estadual da Mulher de Goiás lançou, nessa sexta-feira, 19 de novembro, às 09h, a Campanha 21 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher. 

O Lançamento contou com a participação da Professora Ana Rita Castro,  Presidenta do Conselho Estadual da Mulher, Desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, Coordenadora da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, Rosi Guimarães, Superintende da Mulher e Igualdade Racial, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Josy Guimarães, Delegada Titular da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) e Beth Fernandes, Presidenta do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Goiânia e do Fórum de Transexuais. 

A Campanha visa conscientizar e engajar a sociedade em ações e não apenas no discurso. Por isso, durante esse período acontecerá campanha de arrecadação de absorvente, sabonete, creme dental e escova dental nas secretárias/entidades e órgãos públicos e entidades da sociedade civil. 
Os produtos arrecadados serão destinados às mulheres em situação de rua, também as que estão nas ocupações e em situação de vulnerabilidade social. 

A campanha de arrecadação será realizada até o dia 30 de novembro. E entre os dias 1 e 10 de dezembro acontecerá a entrega dos produtos. Também serão realizadas lives e rodas de conversa presenciais organizadas pelas secretarias/entidades e órgãos públicos e entidades da sociedade civil que compõe o CONEM, com o objetivo de discutir a violência contra a mulher e os mecanismos para sua superação. 

Desde 1991, a ONU convoca o mundo inteiro para discutir questões relacionadas à violência contra as mulheres por meio de uma campanha anual global.  É a campanha “16 dias de ativismo”, que tem início todo dia 25 de novembro, Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher, e término no dia 10 de dezembro. 

No Brasil, entretanto, os 16 dias se ampliaram para 21 dias, para destacar a dupla discriminação vivida pelas mulheres negras, assim, as atividades começam antes, no dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra e se encerram no dia 10 de dezembro, quando é celebrado o Dia Internacional dos Direitos Humanos. 

Conhecido internacionalmente como “período laranja”, essa é a época do ano voltada para a mobilização e educação da sociedade para a erradicação da violência de gênero e não poderia ser momento mais apropriado para nos mobilizarmos pela defesa dos direitos da mulher. 


Para os servidores da Secretaria de Estado da Casa Civil que desejam contribuir com a campanha, a Coordenadora do Comitê Permanente para Questões da Mulher e da Diversidade da pasta, Karla Farias, estará arrecadando as doações até 30 de novembro.


Maiores informações podem ser adquiridas pelo email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelos telefones: 62. 99272-2902 ou 62 98170-1500

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.