Governo de Goiás decreta luto oficial de três dias pela morte de Marília Mendonça

Governador Ronaldo Caiado colocou o ginásio Goiânia Arena à disposição para realização do velório, caso seja o desejo da família, para que os fãs possam se despedir. Cantora e outras quatro pessoas morrem em acidente de avião na serra da Caratinga, em Minas Gerais

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, decretou na noite desta sexta-feira (05/11) luto oficial de três dias pela morte da cantora Marília Mendonça, aos 26 anos, vítima de uma acidente de avião na serra da Caratinga, no interior de Minas Gerais. Ela deixa o pequeno Léo, seu filho de apenas 1 ano e 10 meses. Além da sertaneja, outras quatro pessoas também estavam na aeronave e perderam a vida.

Governo de Goiás colocou o ginásio Goiânia Arena, ao lado do Estádio Serra Dourada, à disposição para realização do velório, caso seja o desejo da família, para que os fãs possam se despedir.

Marília Mendonça era um ícone da música popular brasileira, considerada a rainha da sofrência, e que, com seu talento, encantou o Brasil e o mundo, levando sempre o nome de Goiás além das fronteiras do Estado e orgulhando a todos com suas canções. 

Ela começou sua carreira ainda como compositora em 2011, aos 12 anos de idade. Desde então, sempre veio numa crescente no mercado musical. A primeira gravação de DVD, em 2015, a alçou ao estrelato e impressionou o Brasil. 

À grande legião de fãs da cantora Marília Mendonça, à sua equipe de trabalho, aos familiares e amigos, elevamos nosso pensamento a Deus em corrente de oração para que a todos console no momento de imensa dor e tristeza em face dessa grande tragédia que choca o Brasil.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.