Casa Civil retorna devolução de processos físicos para outras secretarias e bate recorde no mês de setembro

Procedimento estava interrompido em decorrência da pandemia de Covid-19. Secretaria tem cerca de 66 mil processos físicos, datados desde 1980, para devolução e reautuação

A Secretaria de Estado da Casa Civil (SECC), por meio da Gerência de Protocolo, Documentação e Arquivo, informa a retomada, neste mês de setembro, das atividades de devolução de processos que estavam paralisadas devido à pandemia de Covid-19. Além da volta do serviço, o Protocolo da Casa Civil também bateu o recorde de 1.572 devoluções de processos para outros órgãos, entre eles a Sead, SIC, Secame, SEEL, SSP, ABC, Detran e Ipasgo. Esse foi o maior número de processos devolvidos em um único mês desde 2019. 

O gerente substituto Mateus Barcelos explica como é feito esse processo de devolução às demais secretarias e autarquias. “A Casa Civil possui dois arquivos, que ficam no Palácio Pedro Ludovico Teixeira e no Conselho de Educação, com vários processos do Estado. Então, eles são separados, reautuados e enviados fisicamente; pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI), que foi adotado pelo Governo em 2017/2018; e também pelo programa Goiás Digital, que foi lançado em março deste ano. São todos processos da década de 90 pra cá”, esclarece. 

A emissão dos processos acontece desde 2019 e foi paralisada durante a pandemia devido ao decreto do Estado de Goiás que determinou o regime de trabalho remoto para os servidores estaduais. 

A digitalização e a entrega de processos é um procedimento importante tanto para a SECC quanto para as outras pastas. “Primeiro, para a Casa Civil, retirar processos que não são da pasta, ajudar na organização, com a devolução e reautuação. Segundo, o processo digital é muito mais seguro, mais fácil e mais ágil. O processo físico é bem mais difícil e menos seguro, mesmo estando guardado em algum lugar, ele pode sofrer alterações e extravio de documentos”, explica Barcelos. 

O arquivo da Secretaria da Casa Civil possui cerca de 66 mil processos físicos, datados desde 1980, para devolução e reautuação.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.