Governo de Goiás decreta luto oficial por três dias pela morte do ex-governador de Goiás, Ary Valadão

Nascido em Anicuns, Ary Valadão era bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (UFG). Goiás perde um dos seus históricos líderes, aos 102 anos, vítima de pneumonia.

O governador de Goiás Ronaldo Caiado decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-governador Ary Ribeiro Valadão. Também foi determinado pelo Decreto nº 9.921, que será publicado em edição extra do Suplemento do Diário Oficial do Estado, que sejam prestadas todas as homenagens, em reconhecimento à sua trajetória de lutas, abnegação, realizações e amor ao nosso Estado. Goiás perde um dos seus históricos líderes, aos 102 anos, vítima de pneumonia.

"É com grande consternação e imenso pesar que eu e minha esposa, Gracinha Caiado, recebemos a notícia, na manhã desta segunda-feira (09/08), do falecimento do ex-governador de Goiás e amigo de minha família, Ary Ribeiro Valadão", divulgou o atual governador de Goiás.

Nascido em Anicuns, Ary Valadão era bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Advogado, agricultor e industrial, foi prefeito de sua cidade natal, líder da União Democrática Nacional (UDN), deputado estadual e federal, secretário do Interior e Justiça e governador de Goiás de 1979 a 1983.

Como governador do Estado, foi reconhecido por incentivar fortemente a agropecuária, o que projetou Goiás para o futuro.

Ele implementou programas modernos e estratégicos, muito além do seu tempo, como o projeto de irrigação no Rio Formoso, com incentivo à fruticultura e ao desenvolvimento de municípios como São Miguel do Araguaia e Alto Paraíso. 

Ary Valadão realizou ações em toda a extensão territorial de Goiás, que nesta época ainda incluía o hoje Estado do Tocantins.

Também foi reconhecido pela construção de escolas com qualidade, e abertura de rodovias nas diversas regiões do Estado. 

Ao lado da ex-primeira-dama de Goiás, ex-deputada federal e ex-vice-prefeita de Goiânia, Maria Valadão, foi pioneiro na implantação de programas sociais de grande abrangência, que contribuíram de maneira decisiva para diminuir desigualdades e garantir qualidade de vida para as famílias mais vulneráveis.

À esposa Maria Valadão, aos filhos, netos, bisnetos, demais familiares, amigos e a todo povo goiano expressamos nossa solidariedade e sentimentos. 

Que Deus, em sua infinita bondade, possa confortar o coração de todos neste momento de consternação e de tristeza.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.