Acesse o Diário Oficial do Estado

Acessar

Em projeto enviado à Assembleia, Caiado cria Fundo de Aval para facilitar acesso a crédito

Governador quer fortalecer micro e pequenos empresários que enfrentam dificuldades para conseguir crédito e manter suas atividades comerciais

Nesta semana, o governador Ronaldo Caiado encaminhou à Assembleia Legislativa projeto de lei que prevê a criação do Fundo de Aval do Estado de Goiás. Trata-se de mais uma iniciativa para ajudar micro e pequenos empresários a terem acesso a crédito, muitas vezes dificultado pela falta de garantias devido ao atual momento de desaceleração da economia em função dos efeitos da pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Com a aprovação do projeto de lei pelo Legislativo, o Estado poderá fazer um aporte de R$ 3 milhões, via Agência de Fomento (GoiásFomento), para a instituição da ferramenta de garantia. Caberá a Secretaria de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) a criação de um Conselho Deliberativo, que fará, entre outras atribuições, a administração geral dos recursos e a definição das linhas de créditos a serem disponibilizadas.

A medida vem ao encontro de pedidos de entidades empresariais e lojistas, que tem solicitado apoio para auxiliar micro e pequenas empresas que precisaram fechar suas portas em razão das restrições impostas pela Covid-19. Com o intuito de impulsionar a economia goiana durante a crise sanitária, o Governo de Goiás tem se mobilizado desde o início dos registros dos primeiros casos de contaminação por coronavírus, em 12 de março, para que os micro e pequenos empresários consigam atravessar esse momento de turbulência mundial, com os menores danos possíveis. Para tanto, ainda naquele mês, o governador Ronaldo Caiado autorizou a disponibilização de R$ 120 milhões, via GoiásFomento, para empresas de pequeno e médio porte, bem como para microempreendedores individuais (MEI). Para esse público, e na mesma época, R$ 380 milhões foram oferecidos pelo Banco do Brasil, por meio do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO).

Agora, o Fundo de Aval será a garantia para que os pequenos negócios consigam de fato ter acesso ao crédito e contratar novos financiamentos, a juros baixos e prazos dilatados para o pagamento. De acordo com a proposta, o fundo será operacionalizado seguindo a política de desburocratização defendida pelo governador Ronaldo Caiado para que os aportes possam socorrer as micro e pequenas empresas de forma emergencial, assegurando a eficácia da medida como ferramenta de retomada do crescimento econômico.