Comitê de Compliance inicia atividades

Reunião discute adequações ao programa de compliance

Em reunião de apresentação do processo de gestão de riscos e de outras ações previstas pelo Programa de Compliance Público do Governo de Goiás, os secretários da Casa Civil, Anderson Máximo, e da Controladoria-Geral do Estado, Henrique Ziller, formalizaram o início das adequações na pasta na última quarta-feira, dia 16. Na reunião, Anderson Máximo destacou que a secretaria foi uma das primeiras na atual gestão a promover medidas de reavaliação de seus contratos que, além de redução de custos, buscaram dar maior eficiência às atividades realizadas.

“Temos todo cuidado e zelo no funcionamento da pasta e a missão de garantir leis bem feitas, que gerem menos questionamentos no judiciário. Estamos fazendo o dever de casa, com responsabilidade e austeridade. Devolvemos carros, diminuímos os gastos com combustíveis, aluguel e telefonia. Nossa revisão de contratos gerou uma economia superior aos 25% solicitados”, disse o secretário.

Segundo o titular da Controladoria Geral do Estado (CGE), a Casa Civil tem importância estratégica para o Poder Executivo. “A pasta tem uma responsabilidade ímpar no Estado, com a elaboração dos atos oficiais do governador, e uma cúpula de altíssimo nível. Tenho certeza de que com o comprometimento dos gestores nós alcançaremos ótimos resultados na prevenção de riscos”, afirmou Ziller.

Em portaria publicada na última semana no Diário Oficial do Estado, a secretaria já havia instituído o Comitê Setorial de Compliance Público, que participou da reunião com os representantes da CGE para discutir a implantação da política de gestão de riscos, fortalecimento de valores como governança e ética e combate à corrupção.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.