Casa Civil inicia atividades no Conselho Fiscal da Agehab

Secretário toma posse no Conselho

Após ser empossado pelo presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Eurípedes do Carmo, na manhã desta quarta-feira (19), o secretário da Casa Civil, Anderson Máximo, iniciou as atividades como membro do seu Conselho Fiscal, que tem a missão de analisar as ações praticadas pelos dirigentes da Agehab, avaliar as contas do órgão e a execução dos serviços contratados. Para o secretário, “é uma missão importante porque a Agehab tem uma finalidade social importantíssima”. “O presidente Eurípedes tem feito uma gestão eficiente e eu estou aqui para colaborar, para somar e para que continuemos o trabalho com uma postura séria, com uma atuação que gere resultados para a população que mais precisa”, disse.

Anderson Máximo afirmou que irá trabalhar para que todos os atos administrativos da agência estejam dentro da legalidade. “Vamos trabalhar com seriedade para levar habitação de interesse social dentro dos trâmites legais. O presidente recebeu um valor total de R$ 140 milhões de contratos assinados, sendo que o orçamento da Agehab é de apenas 50 milhões de reais. Então é preciso enxugar muito para trabalhar dentro do orçamento que ele tem”, disse o secretário.

Para o presidente da Agehab, a chegada de Anderson Máximo ao Conselho Fiscal traz mais segurança para a agência. “É o Conselho que nos dá retaguarda, que nos dá a certeza de que estamos no caminho certo. O secretário Anderson é uma pessoa de grande experiência, de credibilidade e que traz um olhar atento do ponto de vista jurídico para todos os nossos atos”, afirmou.  “Estou muito feliz em poder trabalhar com uma pessoa que tem essa competência, que tem essa qualidade e que acima de tudo quer fazer o bem”, disse Eurípedes do Carmo.

Atuação

Segundo o presidente, a agência tem mais de cinco mil unidades habitacionais em construção em todo o Estado. “A determinação do governador Ronaldo Caiado é dar prioridade ao social e a Agehab tem um papel fundamental nesse sentido que é o de levar escrituras, energia fotovoltaica, reformas e moradia de qualidade. Hoje nós temos mais de 5 mil casas e apartamentos em construção e estamos lutando conseguir mais recursos e reduzir o déficit habitacional em Goiás”, afirmou Eurípedes do Carmo.

O presidente relatou que a Agehab tem concentrado esforços em retomar obras que estavam paradas. “Nossa atuação é focada em destravar construções e projetos que estavam paralisados para que a população possa ver os resultados. Queremos entregar no mês de outubro 230 casas no Residencial João Paulo II que são fruto desse esforço”.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.