Secretário confirma redução de carros e telefones funcionais do Estado

Seguindo medida já implementada na Casa Civil para a redução de despesas da pasta, o governo de Goiás irá diminuir a quantidade de carros oficiais de representação e de telefones funcionais utilizados por servidores do Estado. A ação foi informada pelo secretário da Casa Civil, Anderson Máximo, em entrevista à Rádio CBN Goiânia na manhã desta quarta-feira (13). De acordo com o secretário, “durante reunião do Comitê Gestor de Contingenciamento foi definido que vamos reduzir o número de carros oficiais e de telefones funcionais. Nós vamos fazer as mudanças via decreto para que apenas os secretários de Estado sejam atendidos pelos veículos de representação e aparelhos”, afirmou, destacando que a minuta do ato está sendo analisada pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado.

A redução irá gerar economia na locação de veículos, nos serviços de telefonia e em gastos com combustível. Segundo Anderson Máximo, “a preocupação do governador é dar mais eficiência à máquina pública, com transparência e economia para os cidadãos goianos”.  O Comitê de Contingenciamento terá nova reunião na próxima sexta-feira (15) para discutir novas maneiras de diminuir os custos de funcionamento do Estado.

Na secretaria da Casa Civil, a devolução de sete carros oficiais de representação e a desativação de 71 linhas de telefones funcionais acarretaram economia de mais de R$ 55 mil nas despesas mensais da pasta em comparação com janeiro do último ano. A expectativa do titular Anderson Máximo é de que a totalidade dos cortes permitam uma redução de R$ 5,5 milhões para R$ 4 milhões no custeio mensal da secretaria.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.