Redução de gastos é destacada em balanço feito pelo governador

Na apresentação do balanço de seu primeiro mês de gestão, o governador Ronaldo Caiado destacou as medidas tomadas pela Secretaria da Casa Civil que reduziram o custeio da pasta em mais de R$ 530 mil anuais entre as iniciativas para a diminuição de gastos públicos realizadas até agora pelo governo de Goiás. “Temos que encontrar saídas, resolver tudo com seriedade e responsabilidade. A estrutura de Estado não pode servir à estrutura de poder, tem de servir ao cidadão”, afirmou o governador durante o evento.

Com a presença do secretário da pasta, Anderson Máximo, a apresentação buscou reforçar os bons resultados que foram obtidos até o momento, e o governador anunciou uma redução de R$ 1,8 milhão nas contas do governo de janeiro. “A reforma administrativa foi dividida em duas etapas, a primeira já está para a sanção do governador: a organização administrativa das secretarias. E o governador espera, nesse segundo momento da reforma, que nós alcancemos o resultado de economia de 20% da máquina. Enxugamento do custo da máquina e ter mais eficiência”, disse o secretário da Casa Civil.

As principais medidas iniciais de austeridade tomadas na pasta foram as devoluções de sete veículos de representação que antes estavam à disposição das secretarias extraordinárias e do andar que era alugado no Edifício Palácio de Prata, na Praça Tamandaré, no Setor Oeste. A Casa Civil também está promovendo outros cortes, como no número de cargos comissionados, e a perspectiva de redução é de que o valor de custeio caia de cerca de R$ 5,5 milhões, em dezembro, para R$ 4 milhões mensais.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.